Mamãe Executiva, e porque não ?

 
Quem me conhece sabe que eu vivo me auto analisando e às vezes até carregando culpa por ser uma mamãe workaholic, mas ao   mesmo tempo que me sinto assim, analisando a minha convivência com as crianças, os excelentes momentos que temos juntos e principalmente, o feedback em palavras ou atos deles a meu respeito, me levam a concluir que ..  Uma culpinha aqui outra ali eu sempre terei (isso é da maternidade) mas no saldo geral, tenho sim, MUITA qualidade de convivência com os meus filhos.
 
Frequentemente eu me deparo com textos e relatos de mães que deixaram o cotidiano profissional em prol da maternidade e de coração eu digo .. Parabéns mamães ! Vocês são o máximo e sua coragem é desejada e até invejada por muitas !!  
Mas aí fica sempre aquele monstro invisível atrás da porta de nós mães que optamos por manter nossas carreiras.. É algo que nos assombra, ninguém vê, mas aquela culpa está ali.. quietinha ! e pronta para dar o bote no proximo dia de trabalho em que o filho ficou com febre na casa da vovó.
 
Pensando nisso, criei uma lista de prós para as mamães que assim como eu, querem manter suas carreiras em paralelo à maternidade e que às vezes precisam de um empurrãozinho na auto confiança de que estamos fazendo a coisa certa ..
 
1) As crianças se adaptam à escola ou à babá bem melhor do que nós imaginamos;
 
2) À medida que crescem e começam a entender, muitas crianças se orgulham do posicionamento da mãe;
 
3) Filhos de mães que trabalham fora, tem uma tendência a serem mais independentes;
 
4) É comum uma criança que vê a mãe saindo de casa para trabalhar, ter um maior entendimento sobre o esforço daquela mãe para lhe prover as coisas que ele precisa;
 
5) Os momentos de união entre mãe e filhos tendem a ser muito mais intensos e melhor aproveitados;
 
6) Mulheres que trabalham e cuidam de filhos, tendem a ser mães mais pacientes e profissionais mais humanas;
 
7) Profissionais que trabalham fora trazem  assuntos e vivências  diversas para ter com sua família o que propicia refresco na relação com o marido ou demais pessoas da família e momentos de diálogo ao chegar em casa;
 
8) E por fim, é inegável que mamães que trabalham tem condições financeiras de cooperação nas despesas da casa e das crianças, o que contribui não somente para o orçamento familiar como também para a autoestima da mamãe. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe-me saber o que você achou deste post. Comente !

Posts Recentes

Últimos Comentários

Não perco por Nada!

CAIXINHA DA MAMÃE - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2013
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL