Porque os bebês dão tapas ?


A Cecília ainda não fala, ou melhor, ela não verbaliza mas já fala de tudo .. ao seu modo !
Com a personalidade bem definida para uma menininha de um ano e meio, a minha pequena sabe bem o que quer e também o que não quer e quando contrariada ela berra, esperneia, chora e agora de uns dias pra cá, ela bate ! 

Como mãe confesso que fiquei assustada o dia que levei o primeiro tapa da minha princesinha, pois ela não é uma menina agressiva, não costuma bater em amigos, no entanto ela me bateu com força em um momento que eu contrariei a sua vontade.   Aquilo me assustou principalmente pelo fato dela ter usado a agressividade para se comunicar, mas depois conversando com uma amiga psicóloga e também pesquisando a respeito eu me tranquilizei, pois este é um comportamento normal nesta faixa etária, em que eles ainda não sabem lidar com suas frustrações.

Logo, encontrei no site da SOSSEGUINHO  algumas dicas de como lidar com os tapinhas de nossos filhos.
  1. Segure firmemente a mão da criança.
  2. Olhe em seus olhos e baixe o tom de voz, deixando-a mais grave. Diga de forma séria que esse comportamento não é aceitável e depois, volte sua voz ao tom natural e fale que carinho é um comportamento bonito enquanto passa a mãozinha do bebê levemente em seu rosto (ou no da pessoa em que ele bateu).
  3. O mais importante de tudo: nunca bata em seu filho! Se você lhe dá tapinhas para mostrar o que ele não  pode fazer, ele certamente dará tapas quando você ou outra pessoa fizer o que ele não quer.
Desta forma, seu filho logo entenderá que essa forma de comunicação não é aceitável e procurará outras formas de se expressar.    http://sosseguinho.com.br

Minha poesia na Revista Crescer !!



Quando estava grávida da Cecília eu fiz uma poesia para expressar tudo o que sentia naquele emocionante momento. 
Postei minha poesia no blog e do ano passado para cá eu a vi sendo usada por muita gente .. Bacana !  Afinal, publicando eu sabia que seria usada por muita gente.. Já vi fotógrafos ilustrando seu trabalho, já vi mamães blogueiras copiando e colando em seus blogs, já vi gente usando no facebook e isso me deixa feliz (desde que citando a autoria, ok?).
Eis que hoje uma amiga gestante me manda um print de uma publicação de fevereiro deste ano da Revista Crescer de quando a atriz global Juliana Knust usou a minha poesia para ilustrar a foto da sua barriga e a minha amiga só descobriu porque procurava no google poemas sobre gestação e quando leu viu que era de minha autoria, ela sequer sabia que eu tinha escrito tal poesia.  Legal, né ? 
O único porém é que a Juliana Knust  alterou a poesia e ninguém mencionou  na reportagem que era uma adaptação.
Bom .. abaixo segue print da Crescer e mais abaixo ainda um repost da minha poesia ORIGINAL !!

 E aqui, a poesia ORIGINAL na íntegra, como eu escrevi em 14/02/2014.
A Barriga
Minha barriga parece o mundo, redonda e a arredondar
e neste mundo eu carrego a vida
que está prestes a chegar
Nesta barriga tem pensamento
sobre o que está pra começar
tem sentimento, tem emoção
tem incertezas do meu coração
Na minha barriga vivem sonhos
e eu não me oponho a contar
pois quem cresce neste mundo, não tem segredos
que eu não possa partilhar
Nesta barriga cabe o céu, cabe a terra e também o mar
cabe carinho, cabe ansiedade
e a necessidade de te embalar
Na minha barriga eu carrego Cecília
uma população em uma só menina
que habitará o meu lar
E desta barriga que parece o mundo
já sinto saudades de quando acabar
mas começará o que de mais profundo
tem o amor pra me ensinar...
(Gláucia Boaron Fleischfresser)

Gostou ?  Então sinta-se à vontade em usar a poesia, só cite por favor a autoria e mencione eventuais adaptações, ok ! ;-)

Mães enxergam como águia


Com a maternidade,  a mulher muda.  Muda a forma de olhar as coisas, muda a maneira de se auto avaliar.   Acho isso saudável, porque transformar-se é também amadurecer e na maternidade é preciso ser e estar maduro, ainda que seja algo totalmente desconhecido e novo.
Aqueles detalhes da vida  que sempre passaram despercebidos aos seus olhos, agora com seu "novo olhar",  chamarão a sua atenção materna.  
 
* Preocupação com acidentes - Você nunca mais enxergará as coisas do mesmo jeito ! quer seja de forma suave ou mais exagerada os olhos de mãe detectam o que pode trazer dano às suas crias e coisas até então ignoradas, se tornarão perigosas  segundo o crivo materno.  Alguns brinquedos chamarão a sua atenção, os cantos de mesa e mobílias em geral saltarão aos seus olhos, escadas são perigosíssimas e as gavetas da cozinha tornaram-se um campo minado, entre outras inúmeras coisas que você agora repara de forma bem mais criteriosa..
 
* Composição dos alimentos - Sabe aquelas letrinhas miudinhas no rótulo dos alimentos que você nunca deu bola ?  Pois bem, à partir do momento em que os filhos começam a comer, nós começamos a ler quanto de sódio, quanto de conservantes, quanto disso e daquilo.
 
* Casacos - Este é um ponto bem engraçado, pois levante a mão quem nunca escutou sua mãe recomendando o uso de um casaco aos sair de casa ? E olha que nas minhas lembranças esta frase figurou desde a minha infância até quando eu saía de casa para ir trabalhar.. "_Vai esfriar, pegou seu casaco?"  .. Aí os anos passam, você se torna mãe e quando se dá conta você é a continuação da sua mãe em uma outra época e entorno familiar.. você chega a voltar para casa buscar o casaco, manta, japoninha do fulaninho que está indo pra escola desagasalhado. 
 
* Conferir a respiração do filho - Mente quem disser que nunca, nunquinha ficou preocupada se o filho recém-nascido que dorme intacto no bercinho estaria de fato respirando ou não.

*O filho está aprontando alguma - Mães conhecem seus filhos, sentimentos e atitudes, muita vezes pelo olhar..  Aquele olharzinho fica totalmente diferente quando a criaturinha está aprontando alguma ou escondendo algo e a mãe, claaaro, percebe na hora e vai averiguar. 
 
E aí, se identificou em algum dos pontos ? Se sim, bem vinda !!  Você também é mãe.

Posts Recentes

Últimos Comentários

Não perco por Nada!

CAIXINHA DA MAMÃE - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2013
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL