Como desengasgar um bebê

Me lembro até hoje com um arrepio na espinha do dia da alta do Mateus. 
Estávamos chegando em casa feliiiizes da vida com o novo habitante do lar e ao mesmo tempo eu estava esgotada pelo parto, seios doloridos, vontade de um bom banho no meu chuveiro .. Enfim, aquela coisa toda de quem acaba de ter alta do hospital, quando eu lembrei que a última vez que ele tinha mamado já havia umas 04:00h.        Sentei-me calmamente na minha cama, coloquei-o em meu colo e fui tirando suas meinhas, conversando baixinho com ele, para que ele despertasse para mamar.. Foi quando ele teve um engasgo, fez um movimento estranho com o peitinho e saiu apenas um pouquinho de leite pela boquinha dele, porém lá dentro tinha se formado um creminho de leite que não escorria ..     Aquilo me deixou apavorada, virei-o de barriguinha pra baixo e dei-lhe uns tapinhas nas costas achando que o resto do leitinho ia sair, mas para meu espanto quando o desvirei ele estava inclusive com o narizinho cheio de leite e batendo os bracinhos desesperadamente porque não conseguia respirar ..  Entrei em pânico, dei um grito chamando meu marido e em um ato desesperado comecei a sugar a boquinha e o narizinho dele e cuspia no chão, sugava e cuspia várias vezes, até que ele soltou um gritinho rouco no meio daquele leite todo ..   Foi aterrorizante a sensação de ver meu filho se engasgando, sufocando e eu sem conhecimento para saber exatamente o que fazer.    Graças a Deus, aconteceu apenas mais uma vez depois disso e foi em menor intensidade !  O médico disse que eu literalmente salvei a vida dele, pois ele não aguentaria chegar nem no portão de casa, imagine no hospital.. mas será que de fato eu fiz certo ?

Anos depois, em uma palestra com um bombeiro na semana da SIPAT do meu trabalho eu aprendi que o que fiz não era de fato a melhor das alternativas;  Na ocasião salvou a vida do meu filho, mas o bombeiro explicou que dependendo do caso, sugar a boquinha da criança pode até ser pior, porque acaba voltando mais coisas do estomago do bebê o que pode afoga-lo ainda mais.  Ele explicou que o correto seria assoprar com vigor para que o líquido voltasse e também demonstrou com um boneco uma manobra que salvas vidas.

Vamos à posição correta recomendada pelo corpo de bombeiros.

Assaduras nunca mais!

No kit de higiene de um bebê tem que ter creminho para assaduras, porém são muitas marcas e tipos variados, que eu confesso, só fui saber qual era o melhor pro Mateus usando .

Um é grosso demais, o outro muito fino e protege pouco .. Tem os que não saem e você precisa quase "arear o bumbum do bebê" rsrs  para remover.. enfim, fiz um apanhado de cremes para assaduras contendo a descrição da bula e também minha opinião a respeito, certamente um deles será adequado à pele do seu pimpolho.


Bepantol -  Possui dupla proteção contra assaduras. A Bepantol previne e trata. É uma pomada incolor, fácil de aplicar e remover. Possui em sua formulação componentes cicatrizantes e calmantes. Hipoalergênica.
·         Eu realmente acho que para assaduras severas a Bepantol ainda é a melhor pomada, não é tão fácil de tirar, mas realmente ela cicatriza muito rápido. 

Hipoglós - Protege a delicada pele do bebê das assaduras. Sua fórmula única, com vitaminas A (Retinol) e D (Colecalciferol), incorporadas a agentes penetrantes, emolientes e hidratantes, forma uma camada protetora contra substâncias presentes nas fezes e na urina que causam assaduras. 
          Usei, achei excelente a de amêndoas, mas esta sim foi complicado na hora de remover.

Hipoderme - Excelente para prevenção e possui um perfume muito agradável. Contém óxido de zinco e retinol em sua formulação, oferece proteção extra à pele do bebê. Disponível em bisnaga de 45g.
·         Não usei porque ouvi dizer que é bem dificil de remover.

Dermodex Prevent -  associa em sua fórmula a Nistatina e o Óxido de zinco. O Óxido de zinco é um adstrigente e antisséptico7 que exerce ação suavizante cicatrizante e protetora da pele nas afecções que apresentam erupções superficiais.   A plastibase perfumada, composta de Gel de Petrolato branco, exerce ação emoliente e remove eventuais crostas e tecidos descamantes. A versão prevent pode ter uso contínuo, após as trocas de fraldas / banho, pois ela exerce função preventiva, protegendo a pele do bebê de eventuais assaduras.
·         Não usei, mas quem usou fala muito bem.

Dermodex Tratamento – associa em sua fórmula a Nistatina e o Óxido de zinco. O Óxido de zinco é um adstrigente e antisséptico7 que exerce ação suavizante cicatrizante e protetora da pele nas afecções que apresentam erupções superficiais.   A plastibase perfumada, composta de Gel de Petrolato branco, exerce ação emoliente e remove eventuais crostas e tecidos descamantes.  A Dermodex tratamento é indicada para pele já irritada por assaduras e tem em sua formulação componentes calmantes e cicatrizantes.
·         Não usei, mas quem usou fala muito bem.

Cetrilan - creme protetor e cicatrizante com ingredientes suaves que protegem e hidratam a pele. Sua textura permite adequada proteção contra agentes externos, possibilitando o restabelecimento da barreira cutânea. Sua formulação reúne ingredientes com várias ações. O óleo de amêndoas doces e a lanolina proporcionam ação emoliente, com melhora da textura da pele. O óleo de calêndula é um calmante natural para peles irritadas. A cetrimida protege a pele de forma suave. O óxido de zinco possui ação antipruriginosa e secativa. A presença de silicones e cera de abelha proporcionam melhor proteção.
·         Usei por indicação da Dra Loreni Kovalhuk (dermatologista alergista pedriatrica) e achei realmente muito boa, principalmente na prevenção.

Johnson’s Baby - Este creme protege, nutre e age como antimicrobiana. Previne o aparecimento de assaduras e irritações. Disponível em bisnaga de 50g.
·         Não sei opinar a respeito desta, também não conheço que tenha usado.


Genéricas :  Cicatenol  /  Bepantriz / Pratiderm .  As genéricas em geral fazem o mesmo efeito e tem preço diferenciado. Ouvi dizer que a Pratiderm é excelente.

Lixeirinha anti odor - Diaper Baby

Entre tantas coisas fofinhas e cheirosas que compõe um enxovalzinho de bebê, tem também a parte nem tão perfumada assim  que são as "fraldinhas cheias de caquinhas" rsrs  ..
na verdade estou sendo sutil, pois as fraldas de um bebê que já come comidinha sólida, costuma ser complicada de aguentar hehehe ..   
Com isso, quero te sugerir um item suuuper útil pro quartinho do bebê, trata-se de uma lixeirinha que já embrulha  a fralda em um plástico e a mantém fechada dentro da lixeira.. uma mão na roda, como diz minha avó !  Ainda nao achei em lojas brasileiras para você comprar na prateleira, mas no google você encontra vários sites onde você pode encomendar. 




Prepare a sua casa para a chegada do bebê

Sabe aquele apê moderninho que a gente monta quando nos casamos, cheio de bossa, com coisas novinhas, branquinhas e preparadas para receber amigos e fazer altas noitadas regadas à boas risadas e bom vinho ?  Então .. se você está grávida, ele vai ter que mudar !!  Cada casa oferece um "tipo de risco" para a criança, alguns mais e outros menos, mas certamente você precisará adquirir alguns "acessórios" que não necessariamente combinam com a decoração, mas que serão de enorme utilidade na hora que seu herdeiro começar a engatinhar por aí..

Então, antes de falar na segurança que você precisará ter em casa, vamos falar dos acidentes domésticos mais comuns, assim ficará mais fácil você perceber utilidade nos itens que vou mencionar na sequência.

Você sabia que a maioria das crianças que chegam acidentadas nos hospitais, foram vítimas de algum acidente doméstico ?    Sabia que até os 08 anos de idade as crianças fantasiam que são super-heróis e tem a ideia de que são imunes à tudo ?  Você sabia que até os 14 anos uma criança ainda é capaz de se intoxicar ?

Vamos aos acidentes mais comuns :

Fonte: bebe.abril.com.br

Em bebês de até 1 ano, as lesões acontecem por: queda (do berço, do trocador, do carrinho), asfixia (cobertores ou por aspirar alguma peça pequena de brinquedo) e queimadura (água do banho ou quando a mãe está tomando café quente com a criança no colo, por exemplo, e derruba a bebida).
Com crianças de 2 a 4 anos, o acidente mais comum é a queda. Elas engatinham ou andam e, por isso, escadas passam a ser um grande risco. Outra lesão que poderia ser evitada são os tombos do carrinho de supermercado. Os pais deixam a criança sentada no carrinho, se viram para pegar alguma coisa que tenha faltado e, pronto, já foi tempo suficiente para o pequeno ficar em pé e cair. Normalmente, é uma queda bem feia porque é alta e o chão do supermercado é bem duro. Já tivemos caso de traumatismo craniano no pronto-socorro por causa de quedas assim”, alerta a pediatra Márcia Sanae Kodaira, coordenadora médica da unidade de emergência e internação do Hospital Santa Catarina, de São Paulo."


Acidentes mais comuns por faixa etária: 
  • 0 a 1 ano: quedas (trocador, cama, colo), asfixia, sufocação, aspiração de corpos estranhos, intoxicações, queimaduras (água quente, cigarro).
  • 2 a 4 anos: quedas, asfixia, sufocação, afogamentos, intoxicações, choques elétricos, traumas.
  • 5 a 9 anos: quedas, atropelamentos, queimaduras, afogamentos, choques elétricos, intoxicações, traumas.
  • 10 a 19 anos: quedas, atropelamentos, afogamentos, choques elétricos, intoxicações, traumas.
Sendo assim, você não vai querer correr o risco de passar por um baita susto, vai ?

SALVA DEDOS : Este pequeno e leve objeto impede que no caso de uma porta bater, ela esmague os dedinhos da criança.  La em casa nós temos um em cada porta e sempre foi muito útil.


PORTÃOZINHO DE PROTEÇÃO : Você ficaria à vontade na sala de sua casa, assistindo um filme e ainda correndo o risco de cochilar sabendo que seu pequeno pode ir "bisbilhotar" a cozinha e todo o perigo que nela contém ?  Eu não !  Portanto, estes portõezinhos são uma mão na roda no quesito tranquilidade dos pais..  Lá em casa temos um em cada lance de escada e temos também nas portas de acesso à cozinha !  Assim ele fica solto pela casa e eu sei que onde tem risco criança não entra !



CANTONEIRAS : Quando eles começam a aprender a andar, tem uma fase que a cabecinha e os olhinhos dão exatamente na altura dos cantos das mobílias e aí é aquele chororô o dia todo, porque criança se bate mesmo..  Com este siliconinho denominado cantoneira de segurança, você protege as quinas dos móveis e deixa o rebento "desbravar" o ambiente à vontade.

PROTETOR DE TOMADAS: E como curiosidade é uma das características mais fortes em uma criança, é óbvio que aqueles buraquinhos na parede se tornam suuuper interessante aos olhos dos pequenos e quando a gente menos espera, la estão eles enfiando objetos nas tomadas da casa ..


TELAS PARA JANELAS E VÃOS : Gente, este é fundamental !  Frenquentemente ficamos sabendo de alguma criança que despencou de alguma janela, que caiu em um vão de escada e demais acidentes do gênero.  Lá em casa colocamos em todos os lances de escada (tem um fosso que vai do térreo ao ático) então fechamos tudo com tela, além das janelas. Perguntei ao rapaz que foi instalar, por quantos anos em média as pessoas mantém as telas e ele disse que dependendo da criança, telas são úteis até a adolescência rsrs


E além disso, deixo umas dicas que julgo importante para a segurança de  crianças dentro de casa :
  • Mantenha produtos de limpeza, de higiene pessoal, cosméticos, perfumes e maquiagens em locais fora do alcance de crianças.
  • Quando você ler por aí .. "manter fora do alcance de crianças" lembre-se que deve estar fora do alcance dos olhinhos tambem, pois se você colocar o objeto de interesse em um local alto, mas deixar à vista da criança, esteja certo que ele(a) arrastará objetos e subirá no que for preciso para alcançar o seu objetivo; Nunca esqueça que crianças são teimosas e sobretudo muito espertas.
  • Se a sua cozinha não tiver portãozinho, coloque facas e demais utensílios perigosos em lugares altos.  Mantenha as panelas nas bocas de tras do fogão e nunca deixe nada que ela possa usar para subir dentro da cozinha.
  • Eu adoooro cachorros, aliás, animais em geral, mas eu os respeito e estou sempre atenta.  Por mais dócil que possa ser o seu cão ou gato, lembre-se que até a chegada daquela criança ele não precisava dividir você com ninguém e por isso, é normal que ele sinta ciumes e por conta disso pode dar uma invertida na criança.  Os cães mais idosos ficam intransigentes e portanto sem paciência para crianças, fique sempre de olho, pois se a criança importuná-lo, por melhor que ele seja, poderá devolver com uma dentada.
  • Converse com a criança ! Converse e explique muito, repetidas vezes sobre os riscos da casa; temos sim que propiciar segurança, mas se a criança compreender os danos que determinados objetos podem causar, ela vai aprendendo por medo e com isso, vai criando respeito pelas coisas.

Visitas na Maternidade

A Rosaria Cunha, leia-se www.rosariacunha.com.br , tem uma super experiência não somente por ser mãe, mas por estar diariamente lidando com gravidinhas de todo o país e hoje, dando uma olhadinha nas novidades do site dela vi um post do ano passado, tão apropriado, mas tão apropriado que eu nao poderia deixar de compartilhar.   Já fiz um post acerca de visitas à recém-nascido e eu particularmente também sou partidária da idéia de que visitas na maternidade são as melhores, pois vc está ali "de molho" mesmo e além disso, não dá pra visita demorar muito o que de fato te cansa menos .. enfim .. a Rosaria falou e disse, com muita propriedade tudo o que deve ser dito acerca deste assunto.


"VISITAS NA MATERNIDADE
11/10/2012
O nascimento de um bebê , é mais que um evento, é uma verdadeira celebração , com tudo que tem direito . Acho que só aqui no Brasil , é que festejamos ao máximo a ocasião e visitamos bebê e mamãe tão logo recebemos a notícia do nascimento. Aqui no atelier, sempre falo que por mais impróprio que possa parecer, receber as visitas na maternidade , ainda é a melhor opção. Digo isso , porque na maternidade , a visita tem hora para acabar , já em casa..... E já que é inevitável receber visitas, acho que a futura mamãe deve estar preparada para as “saias justas” e evitar se aborrecer.
Atualmente, o bebê permanece o tempo todo no quarto com a mãe. Meu conselho é que você combine com a enfermeira que a partir de 4 pessoas no quarto, ela leve o bebê para o berçário. Eu sei que estamos “ in love “ e que esperamos meses para estar com nosso bebê..mas pense no bem estar dele em primeiro lugar. Muita gente , por falta de experiência , até, pede para pegar no colo, fala alto, vem muito perfumado e lembre-se ele acabou de nascer ....ainda não está imune a muitas doenças . A enfermeira é a pessoa mais indicada pra essa tarefa , afinal esse é o papel dela..cuidar de você e do bebê , e assim não fica antipático para as avós e para o marido. Ahh o marido..., salvo algumas exceções.. não conte muito com ele nesse momento para afastar as pessoas. No último mês ele foi privado de viajar, de passear, de sexo... e está ávido por encontros sociais!! Vai querer mostrar pra todos o bebê mais lindo da maternidade e esse é o maior problema de receber em casa.. ele vai amar as visitas, mas acredite , você não. Até você se adaptar aos horários do bebê , você estará muito cansada para fazer aperitivos e receber os convidados , como antigamente. É claro que mesmo que muita gente tenha ido à maternidade, você vai receber visitas em casa também e não vejo nenhum inconveniente em estipular alguns dias na semana somente para receber. Assim você não recebe visitas diariamente e pode se organizar e estar francamente disposta para receber seus amigos! Aproveite!! A casa tem cheirinho de bebê!!!"   (Rosaria Cunha)

Primeiros sintomas de uma gravidez

Então  vc supõe estar grávida, fica numa ansiedade fora do normal, quer logo poder constatar esta feliz notícia, mas ainda precisa ter paciência (e nesta hora é dificil ser paciente) pois ainda nao apareceria no exame de farmácia e para marcar a consulta é melhor aguardar a menstruação atrasar ..  aff ..  Calma amiga, não se desespere !!   Já no iníciozinho da gravidez existem uns sintomas que  você pode prestar atenção se já está acontecendo com você.  Isso não é garantia da gravidez, mas já ajuda a ir "desvendando o mistério", não ? rsrs   Só não vale se auto-sugestionar e começar a sentir os sintomas, seja realista com você mesma.


OS PRIMEIROS SINTOMAS DE UMA GESTAÇÃO
Fonte:http://www.gravidas.org

Ausência da menstruação; Cansaço e sonolência; Vontade de urinar sempre; Náusea, vômitos e salivação; Azia e dificuldade de digestão; Repulsa ou desejo por certos alimentos; Modificações no seio (inchaço, sensação de adormecimento, formigamento, escurecimento das aréolas, aparecimento de pequenas veias de cor azul sob a pele, devido ao aumento de irrigação sanguínea no seio)
Emotivos: Instabilidade emocional, similar à TPM: como por exemplo, maior irritabilidade, mudanças repentinas de humor, vontade de chorar; Apreensão, medo, alegria, excitação.
Algumas Preocupações
Muitas gestantes sentem nos primeiros meses da gravidez um enorme cansaço. Seu corpo produz todo o complexo embrião-placenta, que é o sistema que servirá para sustentar a vida do bebê. Todo esse processo deve continuar nos primeiros três meses, por isso, se estiver se sentindo muito cansada considere como um fato normal, durma umas duas horas a mais por noite.
Um terço das gestantes não sofre com os sintomas da náusea ou do vômito, mas para quem sofre não ultrapassa o terceiro mês, e raramente interfere com a alimentação ao ponto de afetar o feto. Muitas vezes ela pode aparecer durante o dia, como à tarde e à noite, ou mesmo durar o dia inteiro.
No primeiro e último trimestre da gravidez, a maior parte das gestantes faz freqüentes idas ao banheiro pelo maior volume de líquidos corpóreos e pela maior eficiência dos rins. Outro fator é a compressão feita pelo útero, que começa a aumentar de tamanho, pressionando a bexiga.
O seio aumenta já no início da gravidez pela maior quantidade de hormônios produzidos no seu organismo, pois está preparando para nutrir o bebê quando nascer. A aréola aumenta e escurece, aparecem pequenas saliências ao redor, como também surge uma espécie de rede de pequenas veias azuis. A sensibilidade e a sensação de dor, que você sente no início da gravidez tendem a desaparecer no 3° ou 4° mês. Durante toda a gravidez seu seio continuará a crescer.
O aspecto do feto ao final do mês é menor que um grão de arroz, com aproximadamente 5 mm. Nas duas próximas semanas, iniciará a formação do tubo neural (do qual derivam o cérebro e a medula), do coração, do aparelho digestivo, dos olhos e das orelhas, e dos braços e das pernas

Eu comprei mas nunca usei !

Quando estamos montando o enxoval do nosso bebê estamos em estado de graça e existe no mercado um mundo de possibilidades para comprarmos pro nosso rebento.. só que estes, não são de graça! hehehe       Portanto, mesmo querendo tudo de lindo que vemos pela frente, quando a criança nasce, começamos a notar que existem várias aquisições feitas na gestação que definitivamente nao serão usadas, porque de fato, nem tinham tanta utilidade assim ..
Aqui, umas coisitas que acabaram não tendo muita utilidade lá em casa, mas pode ser que você venha a se adaptar.

Espelho retrovisor para visualização do bebê - Achei que seria fundamental ver a carinha dele enquanto eu dirigia, até porque, o bebê conforto fica de costas para você e eu não gostava muito desta idéia..  O problema é que o retrovisor que eu comprei mexia com o balanço do carro e nunca me mostrava o rostinho do Mateus, mas a barriguinha, os pezinhos rsrs..


Comprei um deste modelo da marca Safety

Redinha para banheira - Ganhei uma redinha e uma mini banheira plástica, ambas para colocar dentro da banheira grande e não "perder" um bebezinho recém-nascido na água.  Nunca usei a redinha, pois ela fica meio mole e o Mateus nao gostava, até porque, por ser maleável ele ficava meio embolado dentro da rede, já o suporte plástico foi mais útil.


Eis a dita cuja !

Baby Sling - Você nao tem idéia do quanto eu me imaginei usando um sling com o Mateus dentro.  Quando ele nasceu era modinha, tinha acabado de surgir e dava pra compôr sling com a cor da sua roupa, um luxo .. além disso, o mais interessante é que a idéia vendida era de que no sling o contato com o corpo da mamãe é grande e portanto o bebê fica calminho.  No primeiro dia que eu coloquei o Mateus dentro de um ele abriu o maior berreiro e foi assim todas as vezes até que eu desisti de usar ..  :-(

O do Mateus era deste modelo meio bolsinha


Cadeirinha de balanço para a porta - O Mateus nunca foi um bebê de gostar de ficar preso e quando tentei colocá-lo no balancinho ele ficava bravo porque o balanço dá uma "mobilidade vigiada" pois ele alcançava o chão com os pezinhos mas nunca chegava onde queria, aí chorava até que alguém tirasse ele de lá e o deixasse engatinhar.  A sorte é que este eu não cheguei a comprar, ele era emprestado de um dos priminhos, então não foi tão problemático assim não tê-lo usado.


Tem criança que fica um tempão aí dentro, mas lá em casa não rolou.

Posts Recentes

Últimos Comentários

Não perco por Nada!

CAIXINHA DA MAMÃE - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2013
Desenvolvimento EMPORIUM DIGITAL